Markus Spiske/Unsplash) Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true equipes da Vigilância Sanitária vão retornar aos centros de treinamento para verificar se os ajustes foram feitos

A Prefeitura do Rio de Janeiro registrou 11 infrações em centros de treinamentos de clubes de futebol. Uma inspeção foi realizada para observar se os locais estavam seguindo os protocolos de saúde do município no combate à Covid-19. A informação é da BandNews FM Rio.

Irregularidades foram observadas nos CTs de Vasco, Botafogo, Fluminense, Madureira, Portuguesa e Bangu. Entre elas estavam a ausência de sabão líquido nos lavatórios, dispensadores de álcool em gel nas áreas de acesso e de circulação, falta de funcionários de limpeza, de cartazes informativos e de lixeiras adequadas.

Apenas o centro de treinamento do Flamengo estava seguindo as regras estipuladas.

Nenhum clube foi multado já que, segundo a subsecretária de Vigilância Sanitária, Márcia Rolim, a ação era de orientação.

Nos próximos dias, equipes da Vigilância Sanitária vão retornar aos centros de treinamento para verificar se os ajustes foram feitos.

No último sábado (20), o prefeito do Rio determinou a suspensão das competições esportivas até o dia 25 de junho por divergências nas medidas de combate à Covid-19 no Campeonato Carioca. No entanto, Marcelo Crivella afirmou que a decisão só valeria para Botafogo e Fluminense.

Na terça-feira (23), o Superior Tribunal de Justiça Desportiva aceitou, em parte, os pedidos dos dois clubes, que reivindicavam o retorno aos gramados somente em julho.

Com a decisão, ambos voltam a jogar no dia 28 de junho. Botafogo enfrenta a Cabofriense no estádio Nilton Santos, às 11h da manhã. Já o Fluminense joga contra o Volta Redonda, às 16h, no Maracanã.

Em nota, o alvinegro e o tricolor informaram que vão cumprir a decisão, mas que não concordam com o retorno do futebol neste momento.