Cria Web investe no potencial de jovens

  • teresa
  • 08/05/2009 22:42
  • Maceió
O projeto Cria Web, primeiro curso ofertado através do Programa Cepal Social, foi lançado nesta sexta-feira (8) pela manhã na sede da companhia. O projeto pretende formar web designers com a oferta de um conteúdo que mescla aulas on line e presenciais num total de 272 horas. Para o secretário de Planejamento, Sérgio Moreira, o investimento na formação dos jovens é o caminho para viabilizar a competitividade em Alagoas.

O curso, inicialmente destinado a jovens de 13 a 21 anos, está com inscrições abertas através do site www.cepalsocial.com.br. Os inscritos receberão instruções sobre as linguagens de programação usadas para criação de sites, manutenção de banco de dados, noções de como iniciar o próprio negócio e conhecimento de mercado. Além das aulas à distância e do suporte presencial, o curso contará com plantão de dúvidas e palestras sobre as tendências de negócios da internet.

“Pretendemos implantar na cultura alagoana o uso da web. Mostrar aos jovens que é possível, a partir inclusão digital, gerar renda numa área que a cada dia se mostra mais promissora”, disse Marcos Kümmer, diretor-presidente da Cepal.

Durante a demonstração do curso, Adriano Gianini, um dos criadores do curso Cria Web, comentou a importância do treinamento em gestão de negócios. “Fizemos questão de colocar um módulo dedicado exclusivamente ao conhecimento de mercado, à formação do pequeno empreendedor. Ao final do curso, o aluno aprenderá como se portar em reuniões, como lidar com o cliente, quanto e como cobrar pelo seu trabalho, além de idéias de novos negócios”, explicou.

Segundo o secretario do Planejamento e do Orçamento, Sérgio Moreira, medidas como esta despertam o potencial criativo e empreendedor dos jovens alagoanos. ”Somente através de iniciativas sustentáveis e inclusivas é que será possível superar o atraso de Alagoas. Investir nos jovens alagoanos é tornar o Estado mais competitivo. Para isso, precisamos estar conectados com o mundo e trazer essas ações inovadoras para a pauta do dia”, comentou.

Oportunidade — O jovem Fernandes de Melo, de 21 anos, estava presente no lançamento e aproveitou para fazer sua inscrição no projeto, já vislumbrando uma vaga no mercado de trabalho. “Eu conheço o básico para usar o computar. Acho que temos que buscar evolução e conhecimento. Completando o curso, vou aumentar as minhas chances de conseguir um emprego melhor”, disse.

Para Rosa Vieira, 27 anos, a ampliação da oferta do curso para pessoas de faixa etária superior a 21 anos é uma forma de complementar os conhecimentos na área de informática. “Mesmo para quem já tem uma profissão, ter formação em web designer pode significar um diferencial de mercado e uma oportunidade de criar o próprio negócio na área de informática”, finalizou.

A cerimônia de lançamento contou com a presença dos secretários de Estado do Planejamento e do Orçamento, Sérgio Moreira, e da Gestão Pública, Guilherme Lima, do secretário adjunto da Comunicação, Mário Lima, além de dirigentes de diversas instituições públicas estaduais, como Itec (órgão parceiro da iniciativa), IZP e Afal.