Lula diz que aliança nacional PT-PMDB está próxima de ser consolidada

  • antoniomelo
  • 09/05/2009 04:34
  • Política

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ontem que a aliança nacional do PT com o PMDB para as eleições de 2010 está "muito próxima" de ser consolidada. Lula admitiu que há divergências e que em alguns Estados a aproximação entre os dois partidos será impossível. Porém, defendeu o diálogo para construir a aliança.

 

Segundo o presidente, a aliança fechada entre o PT e o PMDB em 2006 não incluía as eleições de 2010. "Essas coisas teriam de ser construídas e o tempo iria se encarregar de permitir a construção desse processo. Hoje eu tenho clareza que nos estamos muito próximo de consolidar uma aliança nacional com o PMDB", afirmou Lula, após viagem inaugural do Trem do Pantanal, em Campo Grande (MS).

 

Lula disse que as divergências entre os dois partidos precisam ser avaliadas porque "nem sempre a gente vai conseguir fazer com que tudo aconteça em perfeição nos 27 Estados da federação". O presidente citou como exemplo na Bahia, onde "certamente o PT e o PMDB vão se confrontar".

 

O presidente comparou a aliança entre os dois partidos a um casamento. "Se o noivo é precipitado e vai de forma muito afoita pra tentar conquistar, pode quebrar a cara e perder", afirmou.

 

"Eu estou convencido que nós precisamos construir essa aliança com o PMDB. Se vai ter problema em um ou outro lugar, nós vamos resolver individualmente. Mas nacionalmente nós estamos trabalhando com muito carinho para construir essa aliança", afirmou.

 

Lula participou ontem da inauguração do Trem do Pantanal, que ficou 18 anos parado. Segundo o presidente a beleza do passeio é o próprio trem. Ele disse que viajou o tempo inteiro em pé, pois não quis ficar em uma cabine, sentado.

 

"Eu queria ficar vendo os dois lados. Então fiquei em pé, olhava um lado e olhava outro lado. Pra mim, qualquer coisa que não seja o meu gabinete é bonito", afirmou.