Divulgação/Giresunspor Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Encerrou, no último domingo (12), a quinta temporada de Renan Foguinho na Turquia. Titular do Giresunspor, o brasileiro atuou em 26 dos 33 jogos realizados até então da 1. Lig, a segunda divisão de futebol do país. Presença em 78,78% das partidas.

Além do campeonato nacional,o volante esteve em campo também em uma partida da Copa da Turquia, totalizando 27 jogos em 2019-2020. Ainda que reste mais uma partida para o ano encerrar oficialmente, essa já é a segunda temporada da carreira do brasileiro com mais atuações, atrás apenas de 2017-2018, quando disputou 32 jogos.

Desde 2015 na Turquia, e vestindo a camisa do Giresunspor pela segunda temporada consecutiva, o jogador faz uma avaliação do ano. “Sem dúvida foi tudo muito diferente por conta do Coronavírus, que acabou paralisando o campeonato, algo que nunca tinha acontecido. Nosso time vinha em uma boa sequência antes da pausa e conseguiu seguir com o ritmo quando os jogos recomeçaram. Mas, infelizmente, nas últimas rodadas não conseguimos manter o mesmo desempenho e, por detalhes, deixamos escapar pontos que hoje fazem muita falta”, revelou o atleta que, no Brasil, atuou em equipes como Athletico Paranaense e Atlético Goianiense.

A última partida da temporada acontece no próximo sábado, dia 18. Sem o brasileiro em campo, o Giresunspor recebe o Altay. “Foi um ano em que eu consegui jogar mais, estar mais presente em campo e ter sequência.  Nosso foco desde o início era o acesso, mas infelizmente não foi possível. Pecamos nos detalhes e isso acabou tirando a nossa equipe da briga nessa reta final”, concluiu.