Gasoduto explode no sudeste de Moscou; chamas chegam a 100 m de altura

  • eduardocardeal
  • 10/05/2009 05:01
  • Brasil/Mundo

Um gasoduto explodiu nesta madrugada (hora local) no sudeste de Moscou e causou um fogo cujas chamas atingiram 100 metros de altura, segundo informa a agência russa Interfax em seu site. A explosão de gás, que aconteceu nas imediações da Avenida Michurinsky, foi confirmada pelo Ministério de Emergências. Outras fontes indicam que aparentemente há pelo menos cinco feridos por queimaduras.

"Há uma grande fogo e foram enviadas 35 unidades de bombeiros à região", disse o porta-voz dos serviços de emergência de Moscou, Yevgeny Bobylyov, citado pela Interfax. O fogo afetou prédios vizinhos e vários carros estacionados na zona. A superfície exposta ao incêndio ultrapassa mil metros quadrados e as equipes de emergências evacuaram os moradores da região, embora as casas mais próximas estejam a 500 metros de distância.

Após a explosão, as autoridades russas decretaram o protocolo de emergência e ao local da explosão foram o prefeito de Moscou, Yuri Luzhkov, e o chefe do Ministério russo de Situações de Emergência, Serguei Shoigu. As chamas atingiram 200 metros de altura na rua Ochakovskaya, no sul de Moscou, enquanto o intenso calor é sentido a quase um quilômetro do local da explosão.

As autoridades russas iniciaram uma investigação para determinar as causas do incidente, embora analistas consultados pela Interfax apontem para a ruptura de encanamentos na rua Ochakovskaya como a possível razão da explosão.