Divulgação/San Jose Earthquakes Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Restam oito equipes na disputa pelo título do MLS is Back Tournament. No próximo final de semana, ocorrem as quartas de final da competição, criada para marcar o retorno da Major League Soccer na temporada em que a liga completa 25 anos.

Quem segue vivo no torneio é o San Jose Earthquakes, time do volante Judson, que atuou em todos os jogos da sua equipe no MLS is Back. Com três vitórias e um empate em quatro jogos, os Quakes seguem invictos no campeonato. Fato destacado pelo brasileiro.

“Tivemos uma preparação muito boa e iniciamos o torneio em ótimas condições, tanto físicas quanto de entrosamento. Creio que esta invencibilidade é o resultado disso. Porém, ainda não ganhamos nada e precisamos manter o mesmo foco que nos trouxe até aqui”, ressaltou o jogador, de 27 anos.

A classificação para as quartas de final foi confirmada após goleada por 5 a 2 sobre o Real Salt Lake, na última segunda-feira (27). Para Judson, uma atuação que poderá servir de espelho aos Quakes.

“O nosso time fez uma partida muito consistente diante do Real Salt Lake. Não ficamos atrás no placar em nenhum momento e dominamos boa parte das ações do jogo. Podemos utilizar esta atuação como espelho para os nossos próximos desafios, buscando melhorar uma ou outra coisa, mas com a mesma intensidade”, avaliou o volante, que no Brasil atuou por clubes como América de Natal e Avaí.

Agora, Judson foca as suas atenções no Minnesota United, próximo adversário do San Jose Earthqauakes. No sábado (1), a partir das 21h (horário de Brasília), as duas equipes decidem a classificação às semifinais do MLS is Back.

“Mais uma decisão pela frente e todos no time estão muito focados. Pude enfrentar o Minnesota em outras oportunidades e é sempre um adversário difícil. Mesmo assim, confio na qualidade do nosso elenco e creio que temos condições de avançar para as semifinais”, concluiu Judson, que atua no San Jose Earthqueks desde a última temporada e soma 37 jogos pela equipe.