Amigos de primeiro carioca com gripe suína são liberados pela Anvisa no Rio

  • gilcacinara
  • 10/05/2009 16:18
  • Brasil/Mundo

Os amigos do primeiro carioca infectado com o vírus da gripe suína --Influenza A (H1N1)-- já foram liberados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) do aeroporto internacional do Rio de Janeiro. Eles chegaram em um voo de Miami no começo da tarde deste domingo.

O carioca retornou do México no último dia 3, após oito dias em Cancún. A mãe de um amigo deste rapaz, também internado, foi hospitalizada ontem com os sintomas.

Os nove amigos do carioca foram recebidos de forma especial pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Ao desembarcarem, foram encaminhados diretamente para a triagem, em ônibus na pista, onde receberam avaliação médica.

Mas como nenhum deles apresentou sintomas da doença, foram todos liberados. A Avisa, no entanto, guardou o contato de cada um deles para possíveis avaliações futuras.

A Anvisa deslocou quatro ônibus e uma van para o monitoramento de casos suspeitos. Há ainda área de recepção e acolhimento com cem assentos, um local para entrevista de passageiros suspeitos de estarem com a doença e cinco quartos de observação.

Ontem, o governo definiu quatro hospitais de referência para internação de possíveis doentes: o Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas (Ipec/Fiocruz), Instituto Estadual de Infectologia, localizado no Iaserj Central, o Hospital Universitário Pedro Ernesto, da Universidade Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e o Clementino Fraga Filho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Brasil

O Ministério da Saúde informou na tarde de ontem que subiu para 25 o número de casos monitorados do vírus Influenza A (H1N1) que são acompanhados em oito Estados do Brasil. O número de casos suspeitos aumentou para 31, já que a Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro notificou um novo caso suspeito pela infecção do vírus. Seis pessoas foram contaminadas até o momento.

Os casos suspeitos estão nos Estados de São Paulo (12), Rio de Janeiro (1), Minas Gerais (4), Paraná (4), Distrito Federal (2), Goiás (2), Santa Catarina (1), Mato Grosso do Sul (1), Pernambuco (1), Ceará (1) e Rondônia (1). Já o número de casos descartados é 113.

Sintomas

A gripe suína é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza A, chamado de H1N1. Ele é transmitido de pessoa para pessoa e tem sintomas semelhantes aos da gripe comum, com febre superior a 38ºC, tosse, dor de cabeça intensa, dores musculares e articulações, irritação dos olhos e fluxo nasal.

Para diagnosticar a infecção, uma amostra respiratória precisa ser coletada nos quatro ou cinco primeiros dias da doença, quando a pessoa infectada espalha vírus, e examinadas em laboratório. Os antigripais Tamiflu e Relenza, já utilizados contra a gripe aviária, são eficazes contra o vírus H1N1, segundo testes laboratoriais, e parecem ter dado resultado prático, de acordo com o CDC (Centros de Controle de Doenças dos Estados Unidos).