Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O meia Pedrinho trabalhou pela primeira vez com o restante do elenco do Corinthians na tarde desta segunda-feira, no CT Joaquim Grava, 20 dias após passar por uma cirurgia para a retirada das amígdalas. O jogador já havia corrido ao redor do gramado alguns dias da semana passada e feito trabalhos separados com membros da comissão técnica, mas essa foi a primeira vez em que fez o mesmo treinamento dos companheiros.

Colocado como curinga do treino técnico organizado por Fábio Carille, ele mostrou boa mobilidade na atividade e deu sinais de que pode ser reforço da equipe para a partida contra o Racing-ARG, quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), pela Copa Sul-Americana. Mantuan, que o acompanhou nas corridas ao redor do campo na semana passada, trabalhou sem limitações e é outro que pode ser relacionado.

Além da dupla, o meia Marquinhos Gabriel, que faz reforço muscular há duas semanas e não foi nem relacionado para encarar o Santos, correu em campo e mostrou boa condição física. À espera dos resultados de exames dos titulares, Carille também pode contar com o meia canhoto para a partida, apesar de o mais provável ser sua utilização no embate do domingo, contra o Vasco, em Itaquera.

Assim como os titulares, que ficaram na parte interna do CT, Carille não pôde contar com o zagueiro Léo Santos, que trata de dores no púbis, com o também zagueiro Vilson, em recondicionamento físico, e com o meia Danilo, em fase final do tratamento de um estiramento na panturrilha da perna esquerda.

Com 50 pontos, o clube do Parque São Jorge é o líder do Campeonato Brasileiro, sete à frente do Grêmio, segundo colocado, ainda que tenha perdido três das últimas quatro partidas que jogou. Pela Sul-Americana, o time chegou às oitavas após derrubar Universidad de Chile e Patriotas-COL.